06/01/2020

Dinheiro economizado pela ALMG será investido em saúde

Em meio a uma das maiores crises financeiras vividas pelo estado, a Assembleia Legislativa de Minas Gerais conseguiu economizar e devolveu ao governo estadual, em dezembro de 2019, parte dos recursos que tinha para gastar com seu próprio custeio. Foi um aporte R$ 46.106.493,32, recebido pelo governador Romeu Zema (Novo) das mãos do presidente da Casa, Agostinho Patrus (PV), e do 1º secretário Tadeu Martins Leite (MDB).


">
 

A pedido dos líderes da Assembleia, o dinheiro deve ser investido em ações na saúde. O anúncio da devolução de recursos foi feito durante solenidade de entrega do relatório da segunda etapa do Assembleia Fiscaliza, na qual o presidente Agostinho Patrus destacou o esforço interno do Legislativo feito para reduzir as despesas. 
 

O 1º secretário Tadeu Martins Leite ressaltou a importância da economia para os cofres públicos. “Em um momento de dificuldade financeira, a Assembleia dá a sua contribuição para que o estado possa fazer investimentos, em especial na saúde. Temos certeza que o governo terá a sensibilidade de direcionar recursos à região Norte, que é uma das mais carentes do estado e precisa ser beneficiada”, afirmou o parlamentar.
 

Como 1º secretário da Casa, o deputado Tadeu Martins Leite participa das decisões administrativas e relativas ao orçamento do Legislativo. O dinheiro economizado vai para o caixa único do Tesouro estadual. Segundo a Assembleia, a economia é fruto de um esforço de racionalização das atividades parlamentares e otimização de gestão. A intenção é continuar economizando em 2020.

E-mail:
Whatsapp:
Cidade Atual:
FECHAR

ACOMPANHE NOSSO TRABALHO