25/02/2021

Projeto prevendo dinheiro para pontes no Norte de Minas chega à ALMG



A Assembleia Legislativa recebeu, nesta quinta-feira (25) o projeto de lei que abre os créditos no orçamento do estado para a construção de duas pontes sobre o Rio São Francisco. As obras integram um acordo de reparação do governo de Minas com a Vale, e são demandas importantes para o desenvolvimento do Norte de Minas.

 

De acordo com o 1º secretário da Assembleia, deputado Tadeu Martins Leite (MDB), o assunto terá prioridade para votação neste primeiro semestre. “A proposta traz recursos muito importantes para o estado e, em especial, para o Norte de Minas, em um momento em que Minas precisa de ajuda financeira e investimentos, por isso, vamos discutir para aprimorar o texto e trabalhar pela aprovação dessas obras, que constam do acordo judicial”, disse Tadeuzinho.

 

O deputado Tadeu Martins participou de solenidade na qual o governador Romeu Zema (Novo) entregou propostas ao presidente da Assembleia, Agostinho Patrus (PV). Os secretários de Governo, Igor Eto, da Fazenda, Gustavo Barbosa, e de Planejamento e Gestão, Otto Levy, e outros deputados estaduais também acompanharam.

 

O projeto abre um crédito de R$ 4,5 bilhões, que fazem parte de um montante de R$ 11,6 bilhões em ações que o estado é obrigado a executar pelo acordo com a Vale. Neste bolo, estão previstas reparações em estradas, medidas contra enchentes, a conclusão de hospitais regionais e melhorias nas áreas de saúde e segurança.

 

Pelo cronograma proposto, a construção das pontes em São Francisco, Manga e São Romão sobre o Rio São Francisco, terá um investimento de R$ 300 milhões até 2023.

 

Além da proposta do acordo com a Vale, o governo também encaminhou projeto de atualização para Minas aderir ao Regime de Recuperação Fiscal do governo federal e o que cria o Centro Mineiro de Controle de Doenças, Ensino, Pesquisa e Vigilância em Saúde Ezequiel Dias (CMC).