Foto: Camila Rocha / Segov

 

O governo de Minas vai criar uma ação conjunta de secretarias de estado para acabar com entraves e criar incentivos e mecanismos para incrementar o Projeto Jaíba, que tem a maior área de irrigação da América Latina. A força-tarefa vai ocorrer a pedido do deputado Tadeu Martins Leite do prefeito Reginaldo Silva. Os dois se reuniram com secretários e representantes de quatro pastas na Cidade Administrativa, nesta quinta-feira (9/12).

O encontro foi pedido para tratar de uma série de questões que restringem o desenvolvimento do Projeto Jaíba, como entraves ambientais que dificultam a produção, e ausência de regularização fundiária, que impedem a obtenção de crédito e a exploração de áreas pelos produtores. Como as situações envolvem várias pastas, o governo decidiu por uma ação conjunta, coordenada pela Secretaria de Governo, para agilizar e potencializar as ações.

O governo do estado, a pedido do governador Romeu Zema, fez uma força-tarefa para discutirmos o Projeto Jaíba. São problemas na área ambiental, de regularização fundiária, doação de lotes, e, se Deus quiser, em breve nós vamos ter boas notícias, após essa força tarefa do governo”, comemorou o deputado Tadeuzinho. O parlamentar destacou que o Projeto Jaíba já é o maior da América Latina e, com o esforço concentrado das secretarias para resolver as pendências, vai crescer ainda mais.

Participaram da reunião o secretário de Governo, Igor Eto, a secretária de Meio Ambiente Marília Melo, e representantes das secretarias de Agricultura e Pecuária e Desenvolvimento Econômico. A força-tarefa será formada entre essas secretarias, além da de Secretaria Planejamento e Gestão.

O prefeito Reginaldo Silva afirmou que a união inédita das pastas vai trazer mais recursos e empregos não só para o Jaíba, mas para toda a região do Norte de Minas. “Agradeço ao deputado pelo apoio e empenho para que a gente possa trazer a condição de desenvolvimento econômico, de regularização fundiária para os nossos produtores e de apoio ao Projeto Jaíba, que traz um grande desenvolvimento não só para Jaíba mas para todo o Norte de Minas”, disse.

Segundo o prefeito, somente com a regularização das licenças ambientais e o perdão de multas, cerca de R$ 490 milhões em investimentos serão gerados, além de 7 mil empregos diretos, atingindo uma área de mais de 7 mil hectares. Reginaldo afirmou ainda que o objetivo da reunião, que era mostrar que a importância e o potencial do projeto de gerar mais de R$ 1 bilhão para a economia mineira, foi cumprido.