Foto: Jairo Simões

A Santa Casa de Montes Claros recebeu uma homenagem da Assembleia Legislativa de Minas Gerais (ALMG), nesta segunda-feira (27/9), pelos seus 150 anos de existência. Na reunião especial, o 1º secretário da Assembleia, deputado Tadeu Martins Leite (MDB), destacou o caráter humanizado dos atendimentos e parabenizou todos os responsáveis por fazer da instituição o maior hospital do Norte de Minas.

“Fazer o bem é a essência principal das atividades da Santa Casa. A palavra filantropia vem de expressões gregas que, de fato, mostram o ser humano e o amor, ou seja, o amor à humanidade. E é isso que de fato a Santa Casa vem fazendo no seu dia a dia”, afirmou Tadeuzinho.

Segundo o deputado, essa característica tornou a Santa Casa de Montes Claros o maior hospital do Norte de Minas e um dos principais de todo o país. “Quero parabenizar não só os que aqui estão, mas todos que no dia a dia ajudam a Santa Casa a ser esse importante e grande hospital que é”, afirmou o deputado.

O 1º secretário presidiu a reunião, representando o presidente da Assembleia, Agostinho Patrus, que deixou um discurso parabenizando o hospital para ser lido na reunião. A sessão foi realizada por requerimento do deputado Carlos Pimenta assinado por outros deputados, como Tadeuzinho.

Na reunião, o 1º secretário Tadeu Martins Leite entregou, ao arcebispo de Montes Claros, Dom João Justino de Medeiros Silva, uma placa de homenagem da Assembleia aos 150 anos da Santa Casa de Montes Claros. Don João Justino agradeceu agradeceu ao Legislativo, em especial aos deputados da Bancada do Norte, pelo empenho em dar suporte e conseguir recursos para o hospital.

Criada em 1871 como Irmandade Nossa Senhora das Mercês da Santa Casa de Montes Claros, a instituição tem hoje 405 leitos, sendo 80% deles destinados ao atendimento SUS. A Santa Casa de Montes Claros tem 2,1 mil funcionários e atende cerca de 2 milhões de pessoas de todo o Norte de Minas, Jequitinhonha e Mucuri.